• COC Futura

Como falar sobre mentiras com meu filho?

Atualizado: Abr 5


É comum que crianças e adolescentes contem algumas mentiras pelos mais diversos motivos, como para evitarem uma bronca, para serem aceitos em um grupo ou até mesmo para conseguirem uma recompensa por algum feito. Para evitar que eles criem o hábito de mentir, os pais podem conversar com os filhos e orientá-los a contar a verdade. Confira neste texto como falar sobre isso com eles.

Valorize a verdade

Ensine, desde o começo da infância, que a melhor opção é sempre contar a verdade, independentemente do que isso possa acarretar. Uma relação honesta entre pais e filhos cria laços mais fortes e fiéis, então construa uma relação próxima com o seu filho, para que ele tenha confiança para contar sempre a verdade. 

Trabalhe a autoestima 

A mentira pode ser um mecanismo de defesa em alguns casos, principalmente quando diz respeito a questões ligadas à autoestima, à aceitação pessoal e às relações de amizade. Para que isso não aconteça, os pais devem ficar atentos ao comportamento dos filhos, explicar que a mentira não traz boas consequências e que contá-las não é o caminho a seguir para se firmar em um grupo ou conseguir chamar a atenção de alguém.

Diga a eles os benefícios de dizer a verdade

Explore a ideia de que aqueles que contam a verdade são pessoas mais confiáveis, característica muito importante para a formação do caráter das crianças e dos adolescentes. Além disso, mostre que esse ato não magoa as pessoas e deixa a consciência limpa.

Dê o exemplo

Nada melhor do que ensinar os filhos dando bons exemplos. Portanto, esteja atento aos seus próprios comportamentos, para que eles compreendam o que são as boas atitudes e sintam-se motivados a fazer o mesmo.

Não brigue

Um comportamento explosivo e até agressivo como resposta a uma mentira pode fazer com que a criança ou o adolescente sinta receio ou medo da relação com os pais, portanto é importante manter a calma e analisar a situação de cabeça fria, sempre com o intuito de orientá-los a não cometer mais esses erros. Lembre-se de não castigá-los, mas de mostrar que eles têm que lidar com as consequências daquela mentira.

Não rotule 

Seguindo a mesma linha de raciocínio do item anterior, não rotule o seu filho de "mentiroso", por exemplo, quando ele cometer esse deslize. As consequências de ser chamada assim pelos pais para o psicológico de uma criança podem ser muito negativas e gerar problemas de autoconfiança e autoestima, ou até um distanciamento na relação com os familiares. Portanto, escolha sempre o caminho da conversa e da orientação, em vez de brigar e de classificar seu filho como isso ou aquilo.

É claro que nenhum pai ou mãe quer que o seu filho conte mentiras, e o ensinamento de que essa é uma prática que traz poucos resultados positivos e pode gerar grandes problemas faz parte do processo de desenvolvimento das crianças.

Não perca nenhum conteúdo do nosso blog. Acesse e confira!

9 visualizações

Estação Futura - Educação Infantil, Creche e Berçário - (11) 4731-3371

Rua Dr Deodato Wertheimer, 315 - Centro - Suzano - SP

Secretaria: 4731-3371 / (11)9-4466-1190   Comercial:(11) 9-4466-5422